Helder não reuniu com os deputados da da Comissão Pública Pública do Estado, pela ALEPA

Guerreiras e guerreiros do SINDPOL-PA

Ontem, dia 04 de Outubro de 2019, a diretoria reuniu até às 17h na SEGUP com o secretário de segurança pública Ualame Machado.

O secretário convidou o sindicato para explicarmos os detalhes da pauta de reivindicações da categoria, para que ele possa fazer a intermediação junto ao governador.

Hoje, o membro titular da comissão de segurança pública da ALEPA, deputado estadual Nilton Neves, infelizmente não conseguiu reunir com o governador para apresentar nossas demandas conforme ficou definido na reunião de quarta feira, 02 de outubro de 2019 na ALEPA.

O secretário de segurança pública, delegado geral e os deputados membros da comissão de segurança pública da ALEPA, todos estão tentando de uma forma ou de outra ajudar nas nossas demandas junto ao governador. Todos concordam que são justas e, principalmente, que nós merecemos o cumprimento das leis 022/94 e 095/14. Até porque, eles são sabedores que nós estamos contribuindo muito para melhorar os resultados apresentados pelo governo na área da segurança pública. Mesmo o Pará sendo o estado da federação com a maior defasagem de policiais civis por habitantes. Ou seja, cada policial civil do Pará vale por 3(três) em virtude do efetivo reduzidíssimo. Em muitos locais a escala de serviço chegar a ser de 15 x 15, 20 e até 30 dias ininterruptos de trabalho.

E mesmo assim, continuamos cumprindo com nossas responsabilidades.

No entanto, o governador, que é quem tem o poder de determinar o cumprimento das leis. Leis já com pareceres da SEAD e PGE. infelizmente ainda não se posicionou para garantir o cumprimento destas. Leis que trarão segurança jurídica, respeito, dignidade e valorização que todos os servidores da PCPA merecem.

Senhoras e senhores membros do SINDPOL-PA, apesar de estarmos tentando desde janeiro de 2019, uma negociação pacífica e democrática através do diálogo junto ao governo. Até o momento não recebemos nenhuma resposta oficial do GOVERNO que possamos avançar nas negociações. Portanto, nossa agenda de lutas definidas em assembleia está mantida para os dias;

08 de Outubro (terça feira) a partir das 09h.

Tribunal de Justiça do Estado (Palácio Lauro Sodré)

Dia 09 de Outubro (quarta feira) a partir das 09h.

Estação das Docas e Ver-O-Peso.

Dia 10 de Outubro (quinta feira) a partir das 09h.

Aeroporto internacional de Belém.

Dia 11 de Outubro (sexta feira) a partir das 09h.

Sede administrativa do sindicato na travessa Pirajá, 2008.

O governo precisa entender o que todos já entenderam, não estamos cobrando "reajuste salarial".

Estamos, tão somente, cobrando o cumprimento de leis. E, para garantirmos essas leis, ou seja, nossos direitos, iremos LUTAR mesmo nesses dias da maior festa paraense que é o Círio de Nazaré. Infelizmente, essa será uma luta que entrará para a história, onde ao invés de estarmos comemorando com nossos familiares e amigos, estaremos lutando para garantir nossos direitos. Infelizmente!!

Juntos somos mais fortes.

A diretoria

Notícias em Destaque